biogas_rsu

Biometano a partir de RSU na Itália

A Sebigas está desenvolvendo uma usina de biogás de RSU para a Maserati Energia Srl, uma empresa italiana histórica que atua na compostagem de resíduos orgânicos.

A planta Sebigas é projetada especificamente para a exploração energética de resíduos orgânicos tratados no local de Sarmato (PC); terá capacidade de até 55.000 toneladas / ano de material orgânico, garantindo uma produção de mais de 600 m3 / hora de biometano, 5.300.000 m3 por ano. O biometano produzido será então alimentado na rede de transporte de gás natural.

A tecnologia Sebigas utiliza um sistema específico de limpeza e separação de membranas para conversão de biogás em biometano. Ao explorar a diferença de pressão entre os dois lados da membrana, o biogás bruto é refinado em biometano, eliminando dióxido de carbono, água, oxigênio e sulfeto de hidrogênio.

A fim de reduzir ainda mais o impacto ambiental do local, a Sebigas integrou a planta com uma fase de pós-tratamento que envolve uma série de etapas a partir da separação da fração sólida da fração líquida do material que sai do biodigestor.

A fracção líquida passa por um processo de purificação e vira um efluente limpo e adequado para a descarga para o corpo hídrico. A fração sólida será enviada para a usina de compostagem existente para a produção de composto.

A planta projetada para a Maserati Energia é um dos primeiros centros integrados para o gerenciamento, tratamento e aprimoramento de resíduos orgânicos na Itália e um exemplo virtuoso de uma economia circular que pode ser replicada por várias empresas públicas e privadas.

Graças às inovações tecnológicas colocadas em campo, serão economizadas 4.200 toneladas de óleo equivalente, evitando a emissão de 9.800 toneladas de CO2 fóssil.